O que é um Homem Forte e Honrado?





Sobre a crise de virilidade dos homens.



Proêmio: Neste texto explico o que de fato é ser Homem. Pois em nossos tempos sombrios, já não se sabe o que é de fato ser Homem e o que é ser Mulher.

Tudo fruto da decadência da humanidade em decorrência das mais variadas
ideias e delírios da modernidade e isso fez com que não apenas o
conceito de virilidade se perdesse mas como também teve um efeito que
modificou de fato o ser Homem e suas consequências foram catastróficas.


Na primeira parte do texto explico um exemplo de Homem Viril e avalio
suas condutas e valores. Na segunda parte entro com ênfase no que é de
fato ser um Homem.

Introdução.

Os homens modernos são fracos e emotivos. Não é próprio do Homem sábio e viril ser emotivo.
Pois na reação imediata — mediante as emoções que surgem do instante, a
partir de uma situação ou ato que nos enraivece — pode ser realizada uma
tolice que pode comprometer a própria vida do tolo, como também
comprometer a dignidade e vida dos próximos.

Aqui se entende
próximos como aqueles que o tolo em questão deveria proteger. Neste caso
me refiro aos homens que tem por excelência o dever de proteger suas
famílias.

Ora, é ofício do verdadeiro Homem, dar a sua própria
vida a sua esposa e filhos, contudo esse dar a vida que é ter a
disposição para qualquer momento de se sacrificar para manter sua esposa
e filhos vivos, deve ser mediante ao extremo.

Pois tolo é o
Homem que não sabe discernir as coisas, não sabe avaliar a situação e
não enxerga o perigo como ele é, pois nem toda situação convém ao Homem
ter uma reação violenta, pois por vezes o ato violento, ou seja — ativo,
coloca a vida do homem que reage em maior perigo que se ele tivesse
optado pela passividade do momento.

Neste caso, o Homem viril é
frio e pensa estrategicamente, e racionalmente em como agir diante de
uma situação, e reagir com precisão efetiva. Pois de nada adianta um
Homem reagir a uma situação que ele não possui noção dos efeitos.


Exemplo de Virilidade e de Honra.

Um excelente exemplo de Homem viril é o do General Maximus, que é
retratado no filme: O Gladiador. Há uma cena em que o Imperador Cômodo —
o insulta, xingando-o e também falando mal da esposa e do filho de
Maximus que foram assassinados pelo Imperador — em decorrência do plano
de evitar com que o General subisse ao cargo de Imperador que o Pai de
Cômodo: Aurélio desejava (no filme). Tudo isso foi um plano orquestrado
por inveja de Cômodo, pelo fato de que o seu próprio pai — respeitava
mais o General que seu próprio filho.

É óbvio que o Imperador antigo haveria de admirar mais o Maximus, pois via nele um Homem íntegro
e viril, um Homem justo e honrado, com extrema disciplina e sabedoria.
Já seu filho era um moleque mimado, emotivo, prepotente e insolente,
características que tornavam Cômodo um homem desprezível, extremamente
fraco, pueril — uma figura que pode ser encaixada no perfil do Homem
moderno que é sentimentalista, covarde, insolente ou em outras palavras:
afeminado — sem virilidade.

Nesta situação retratada, o
petulante Cômodo, provocou Maximus para que o mesmo caísse em sua
armadilha: que era fazer com que o General reagisse de forma violenta,
forçando os guardas Pretorianos a reagirem contra a ameaça que colocava a
vida do Imperador em risco, com efeito, iam de matar Maximus e Cômodo
sairia ileso e por cima.

Mas também não apenas a vida de Maximus
estaria comprometida, ali na figura de Maximus — estava a
responsabilidade de que ele caso reagisse dessa forma emotiva, traria
morte aos homens que estavam ao lado dele — os gladiadores — que também
seriam mortos.

Contudo, bem sabemos que Maximus não reagiu da
forma que Cômodo desejava. Pois diante do petulante Imperador não estava
um moleque emotivo, mas um verdadeiro Homem. Por mais terrível e
devastador que fosse para o Maximus ouvir o que o Cômodo disse a ele
sobre a sua Mulher e Filho que foram assassinados e provavelmente sua
esposa fora também estuprada — como era de costume.

Ele
internalizou todo esse insulto, para dentro, manteve-se firme e colocou a
razão acima, pois sabia que não era a hora dele, ele sabia que não
convinha reagir, pois colocaria em cheque o seu plano de acabar com o
Imperador que destruiu ele — pois a vida do Maximus só tinha sentido na
existência de sua esposa e filhos, com efeito, antes de partir para a
outra vida, ele devia matar aquele que destruiu a sua vida aqui.


Assim também Maximus sabia que os outros Homens iam morrer em
decorrência de suas ações. Tudo isso é fruto de um desenvolvimento
masculino forte, uma formação de caráter e personalidade firmes, ele não
era um mero Homem — era como bem dito por ele mesmo:

"Meu nome é
Maximus Decimus Meridius comandante dos exércitos do norte, general das
Legiões Felix… servo leal do verdadeiro Imperador, Marcus Aurelius. Pai
de um filho assassinado, marido de uma esposa assassinada. E terei
minha vingança, nesta vida ou na próxima". Aqui estava definido o
caráter de Maximus e seu plano e sua revolta.


Sobre ser Homem.


Um dos maiores problemas que se encontra em nossos tempos é confundir
virilidade com ser musculoso ou ser “pegador”. Muitos acreditam que o
homem viril é necessariamente musculoso e definido, assim que o mesmo
deva ser um macho que é rodeado de fêmeas, tal concepção de virilidade é
um erro crasso.

Pois se a virilidade se resumisse a músculos e
em ser promíscuo, então podemos tirar São José da lista de homens viris.
— Pois, São José fora o castíssimo esposo de Maria Santíssima e também
não era um Homem bombado, mas tinha uma fisionomia de Homem comum, nem
magrelo e tampouco bombado.

Que é a virilidade?


Respondo: É
o estado natural do Homem, do qual possui propriedades e
características que o torna Homem. Mas vale ressaltar que a virilidade é
potência que está no Homem, mas tal potência deve ser transformada em
ato, com efeito, há de ser Homem.


Que é ser Homem?




Respondo: Ser Homem é seguirmos o que a natureza do Homem é. Aqui não
falo do Homem enquanto ser pecador, pois evidente que em decorrência do
Pecado original, temos uma inclinação para o mal. Com efeito, temos uma
deturpação de nosso próprio ser.

Contudo, todavia, ser Homem é
ter virtudes de Homem, é agir como Homem. Que podem ser resumidas em:
ser corajoso e forte: fisicamente e emocionalmente, é ser constante e
firme, é ter grande vigor.

O homem deve saber liderar, proteger,
cuidar e prover. Todo Homem forte e viril sabe que tem por missão o
controle de si mesmo, é disciplinado e prudente.

Como já diria o
Filósofo: “É próprio do Homem sábio ordenar as coisas”. Assim o Homem
viril é aquele que segue a ordem que há. Isso é seguir o que ele deve
ser em ato — conforme os planos de Deus, com efeito, coloca ordem em si e
no que está ao seu redor.



Todo Homem que possui tais propriedades é viril?



Respondo: Negativo. Pois o Homem só é viril se for em ato. Ter apenas
as propriedades não faz o Homem viril, mas é apenas em potência, ele
pode ser se for em ato, do contrário é apenas potencialmente viril. Eis
da necessidade do exercício diário do “ser Homem”.

Um Homem
formado em medicina só é médico se exerce o seu ofício: ele está em
potência para ser de fato um médico, mas em ato ele não é — embora saiba
medicina.

Ademais. -- Para extrair das coisas a sua essência, é
necessário transformar em ato algo que elas já possuem em potência. Em
todo Homem há os componentes para ser verdadeiramente Homem, mas se o
homem não transformar o que ele tem em si em ato, será apenas homem e
não um Homem com H.

Pois aquele que possui o hormônio da
Testosterona: que é próprio do Homem ter em abundância — não
transformá-lo em algo orientado para masculinidade que se consiste no
grande vigor que impulsiona o ser masculino a ser forte, protetor,
competitivo e também um reprodutor nato, então ele não está exercendo a
sua natureza que lhe foi conferida por Deus.

Em efeito, digo que
me refiro aos Homens gerais, pois há Homens que recebem de Deus a
vocação do celibato e que por sua vez, não possuem tanto desejo de
reprodução e conseguem dominar os desejos da carne com maior facilidade.


Mas até mesmo o Homem que tem por vocação ter Família, tem por
dever o controle e orientação ordenada de seus desejos, pois do
contrário, torna-se um animal irracional e não é da natureza do Homem
ser irracional.

Pois o que nos torna Homens de verdade é quando
exercemos a nossa natureza de Homem que foi feita por Deus. Inclusive é
uma grande diferença nas propriedades do ser Homem e do ser Mulher: o
Homem é naturalmente mais ativo em seu ser que a Mulher.

Pois,
um é mais ativo e o outro é mais passivo — conquanto que não seja
possível ser ativo o tempo todo, mas não convém ao Homem ser muito
passivo — do contrário estaria sendo um afeminado.

Ademais. — O
símbolo do Homem possui a seta apontada para cima e a mesma se mantém
erguida, já o da Mulher está para baixo. Ora o que está para cima,
necessita de algo que o movimente e algo que após o movimento dado,
mantenha no estado em que está. Assim é o Homem, que para ser precisa de
um impulso — e de um esforço contínuo de virilidade, com efeito, há de
ser Homem.

Ademais. — Um dos motivos também que faz com que
muitos homens se tornem afeminados é o constante estado de relaxamento
de seu ser. Pois como já dito, é exigido do Homem que ele seja ativo e,
portanto tenha um esforço constante no exercício de seu ser.

Na
modernidade há muitos afeminados, pois em decorrência do tipo de vida
que é muito mais fácil e tranquila, criou-se uma atmosfera favorável ao
desenvolvimento de características que não são próprias do Homem, tal
ambiente exige menor "virilidade". É claro que isso é um atenuante e não
uma regra que se aplica a todos os casos.

Ademais. — Ser Homem é
ter ausência do Ser Mulher, assim como Ser Mulher é ter ausência do Ser
Homem. Do contrário não são Homens ou Mulheres de verdade, pois não é
possível ser Homem tendo características intrínsecas ao ser Mulher e
vice versa.

Que é a Força?


Respondo: É o movimento da Alma que faz com que uma ação concreta no ser seja efetivamente realizada.

Que é ser Forte?


As virtudes existem para atingir um fim. Conforme o movimento inicial
que é dado em ordem espiritual, essa disposição interna se transforma em
ato. Também aqui coloco que ser forte é fazer com que algo produza
algum efeito.

A Força é uma qualidade que nos movimenta para
produzir o bem — pois como já afirma o Doutor Angélico que especifica o
ato de Caridade como "Fazer o bem".

É da natureza do Homem buscar o bem. Quanto mais forte é um Homem, mais ele tende a ser virtuoso e praticar o bem.


Ademais. — Lembro que há dois tipos de forças que movimentam, a saber, a
Força da Graça de Deus que impulsiona de forma mais efetiva e a Força
natural de forma menos efetiva.

A força meramente humana não é
capaz de nos impulsionar para fazer o verdadeiro bem, mas a Graça de
Deus nos possibilita a fazer.

Que é a Honra?


Respondo: É o
conjunto de princípios e valores que um Homem deve ter. Pois a Honra é
uma virtude que têm em si outras e cabe a todo Homem de bem ter.

Que é ser Honrado?


É transformar a Honra em ato, ou seja, é ser verdadeiramente Homem no
pensar e no agir. Todo Homem virtuoso é por efeito Honrado. Um Homem
honrado deve ser verdadeiro, humilde, corajoso, educado, disciplinado,
honesto, justo, determinado, paciente, perseverante, e sempre disposto a
ajudar o próximo, ele tem a noção de que se estiver em uma situação em
que ele se encontra em superioridade, ele fará com que o que está em
situação inferior — seja ajudado, não porque se sente maior, mas porque é
virtuoso.

Ademais. — O superior sempre ajuda o inferior — é
princípio da Caridade cristã que aquele que está acima ajude o que está
em baixo. Assim como o Anjo da Guarda que está em natureza acima dos
Homens, — nos serve mesmo sendo superior a nós — pois são
bem-aventurados e humildes. Assim também é a mente de um bom Homem, que
por efeito ajuda a levantar os pequenos.

É muito comum em nossos
tempos, haver muitos homens que se dizem católicos honrados mas que na
verdade são verdadeiros desonrados. Acham que basta falar meia dúzia de
boas palavras na internet, mas quando alguém vem pedir ajuda para ele e
ele então nega ajudar.

Neste caso basta poucas conversas com
este tipo de sujeito para a mascará de bom moço ser derrubada, pois é um
cara que não tem a Honra. Aqui concluo dizendo que Força é ter e Honra é
ser.

Contra os tolos que acreditam que são homens fortes.


Há dentro dos movimentos "tradicionais católicos", homens que vivem
dizendo que são "contra o mundo moderno". Ora, se os mesmos dizem ser
contra o mundo moderno, significa que não concordam com o tipo de
sociedade que estão. Bem sabemos que a sociedade moderna é infestada de
demências tal como o feminismo e o "masculinismo" que comprometem o ser
Homem e o ser Mulher.

No entanto estes sujeitos, dizem ser uma
espécie de resistência contra a modernidade e que em tese seriam homens
clássicos. Mas é só perceber que todos estes sujeitos não são tão
diferentes dos homens modernos.

Pois, não possuem características
de um verdadeiro Homem, não são capazes de trocar um resistor de um
chuveiro, não sabem trocar uma lâmpada, de trocar um pneu de carro, de
realizar serviços braçais mesmo não tendo um cargo que exija isso.


Não gostam de estarem sujos após fazerem uma viril manutenção de um
carro, não sabem lutar — não possuem habilidades de defesa pessoal — não
sabem manusear ferramentas. Mas que droga de homens é esses que se
dizem contra o mundo moderno, mas que são frutos do mundo moderno que
cria homens que não são Homens? Mas que piada!

O Homem é Rei de seu Reino que é seu lar e ele governa a sua Esposa e Filhos.


Todo Homem que é Pai de Família é um Rei, seu reino é seu lar — seu
reinado é junto a sua Rainha que é sua Esposa e seus súditos são seus
Filhos.

É dever do Homem Honrado ser um Rei, ora, em que se
consiste em ser um bom Monarca? — Consiste em servir primeiro para ser
servido, o bom Monarca é líder por excelência e um Líder não é um chefe,
ele guia e orienta e leva os seus dirigidos para a excelência.


Ademais. — Como um homem moderno patético pode ser um bom Rei se o mesmo
não consegue liderar? Não consegue administrar o lar, não conhece a si
mesmo e tampouco sua Mulher e Filhos? Como pode ser um bom Rei se não
sabe como cuidar de seu Reino.

Pois o mesmo não sabe se
controlar, não sabe se defender e não sabe como reparar os problemas de
seu reino, como poderá ser um bom Marido e Pai? Em verdade digo que
todos estes homens pífios hão de ser pais desastrosos e maridos
horríveis e tola é a Mulher que se submete ao governo deste tipo de
Homem.

Finalizo — É comum que em tempos onde a virilidade está
rara, tenhamos uma geração de homens fracos e afeminados, que não sabem
sequer defender, não sabem suportar a dor e controlar as paixões e
emoções. Não é raro vermos cenas de homens tolos que brigam por bobeira,
de homens que matam outros por coisas banais.

Inclusive homens
que matam suas próprias companheiras em decorrência de um ciúme doentio —
aqui já aviso que se você é mulher, tome cuidado com homens desse tipo,
eles podem comprometer a tua vida de teus filhos — em decorrência da
tolice e fraqueza emocional.

Também é muito comum vermos
sujeitos que ao lerem algo, e por serem tão emotivos e pouco racionais,
já reagem de uma forma tola, pois não pensaram antes de agir, com
efeito, cometem tolices de variados graus.

O Homem que deseja ser
Marido e Pai deve ter como qualidades — essas que foram citadas durante
o texto, não deve adotar uma postura totalmente ativa ou totalmente
passiva.

O Homem sábio é aquele que sabe agir conforme a
situação que se encontra — e não importando a situação, ele conserva sua
honra e valores e principalmente mantém a integridade da esposa e dos
filhos.

Também digo que tola é a mulher que escolhe para si um
homem fraco, emotivo e aqui não digo homens "sensíveis" — estes são tão
afeminados que não necessitam de uma descrição, mas digo de homens que
acreditam que ser viril é agir que nem um animal; irracional, um ogro
burro — ademais, até um ogro burro é mais viril e inteligente que esse
tipo de homem tolo.

Sejamos Homens camaradas! Larga um pouco
desse sofá e cadeira do escritório ou de tua casa, larga um pouco desses
livros e vá se exercitar, faça artes marciais, defesa pessoal, ande com
firmeza na rua, não fique com cara de retardado ao andar na rua,
aprenda a manejar ferramentas, e a fazer coisas de Homem, controle tuas
paixões e desejos desordenados, oriente o seu vigor para um objeto bom,
treine estratégias e estude situações para que você exercite o lado
analítico e estratégico de tua mente, para que quando um momento
inesperado te atingir — tu saibas reagir de maneira tal que o sujeito
que está colocando a vida de tua mulher e filhos — seja dizimado. Seja
Macho, Seja Homem!

Pois mulheres e crianças até podem ter
deslizes e descuidos, mas o descuido de um Homem — pode causar a morte
de seus próximos e de si mesmo — o que é uma lástima.

Glória a Deus! Salve Maria Santíssima! Força e Honra!




Fonte:  O que é um Homem Forte e Honrado? Sobre a crise... - Vinicius Martinez

Comentários